Topo
Itabaianinha

Operação entre Polícias culmina na prisão de acusados de homicídio em Itabaianinha

Os acusados confessaram a autoria do homicídio que vitimou o jovem Bruno Alves, 22 anos.

11/03/2019 17h35Atualizado há 2 semanas
Por: Redacao
Fonte: PM/SE
PM/SE
PM/SE

Nessa sexta-feira, 8, a Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio do 11° Batalhão de Polícia Militar (11º BPM), em ação conjunta com Policiais Civis de Itabaianinha, prenderam Luiz Fernando Santos de Matos, 21 anos, e Aron Eduardo Martins de Oliveira, 26 anos, que confessaram a autoria do homicídio que vitimou o jovem Bruno Alves, 22 anos, na terça-feira de carnaval, na cidade de Itabaianinha.

Na ocasião, testemunhas relataram que Bruno foi separar uma briga que envolvia um de seus amigos, quando Fernando acertou a vítima com uma facada, na altura do peito esquerdo. Num trabalho conjunto entre as Polícias Civil e Militar, foram identificados os autores e diante de provas reunidas, o juiz da Comarca de Itabaianinha expediu mandados de prisão temporária.  A dupla foi presa, por volta das 16 horas de sexta-feira, 8, na cidade de Tobias Barreto.

De acordo com o delegado, Gerlandio Gomes, um fator importante para a solução do crime foi o fato de ter policiais civis e militares plantonistas no evento, o que permitiu a coleta de informações logo que o crime aconteceu. “Em um trabalho integrado, os policiais chegaram aos autores, um dos quais já foi reconhecido por uma testemunha”, ressaltou.

O tenente-coronel Alexsandro Ribeiro, relembra que Fernando já responde por uma tentativa de homicídio, ocorrida em 2017, quando efetuou tiros contra um desafeto na cidade de Tobias Barreto, vindo a ser capturado posteriormente por militares do 11° BPM.

O Delegado destacou ainda a importância de todos os  envolvidos na elucidação do crime, em especial do delegado regional de Tobias Barreto, Fábio Alan Pimentel, do Comandante do 11° BPM, tenente-coronel Alexandro Ribeiro e do gerente da Área Integrada em Segurança Pública (AISP) de Itabaianinha, Jonilton Santana. “As Polícias seguem integradas à disposição da população”.

O inquérito sobre o caso continuará em apuração pela Polícia Civil da cidade de Itabaianinha.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias